Caros colegas,

Informamos, que na data de ontem (18/05/2017), ingressamos em juízo, na Justiça Federal, com pedido de mediação judicial com a União, visando negociação em face de nosso pleito de recomposição salarial (anexo).

Expomos, ainda, que, hoje, estivemos reunidos com os Deputados Cláudio Abrantes e Joe Valle que nos informaram que o Governador Rodrigo Rollemberg, em reunião nesta semana, afirmou-lhes que não cogita oferecer proposta de recomposição salarial para a PCDF durante o atual mandato, o que motivou o Deputado Cláudio Abrantes a sair da base de apoio do GDF, como amplamente veiculado pela imprensa.

Essa informação, além de se coadunar com o reiterado descumprimento dos compromissos firmados conosco pelo Governador e o atual silêncio eloquente, revela a absoluta falta de respeito e insensibilidade de Rodrigo Rollemberg com a PCDF e seus servidores, assim como com a Segurança Pública da Capital.

Como corolário, encontra-se afastada qualquer compreensão de que há negociação com o GDF, até mesmo porque não há por parte do governo local qualquer gesto nesse sentido, existindo apenas discursos vazios visando arrefecer a nossa indignação.

Por fim, informamos que estamos, em articulação com as demais entidades da PCDF, entidades representantes do setor produtivo e nossos parlamentares, imbuídos na realização de ações visando a exposição do abandono da PCDF, seu resgate e a atribuição de responsabilidade, política e jurídica, ao Governador. Traçadas essas estratégias, convocaremos Assembléia visando submetê-las aos senhores.

A Diretoria.